top of page
Blog
Posts Em Destaque

Essa tal liberdade...





Só um adulto pode usufruir da liberdade sem prejudicar a si mesmo ou às pessoas com quem convive.



O desafio da liberdade na vida adulta é perceber quando nossa “criança interior” assume o comando do nosso volante.



Tenho percebido que sou prisioneira de padrões que “ essa tal liberdade” me permitiu escolher, cultivar e manter.



A liberdade, após os 40 anos, tem mais a ver com controle do que com satisfação de desejos. Nesta altura da vida, eu sei que posso. Mas não sei se devo…



A diferença entre um adulto e uma criança no que diz respeito à satisfação de desejos é a necessidade de autorização dos pequenos, e as consequências da ação, que recaem implacavelmente nos grandinhos.



Escolher não atender um desejo, não ceder a um impulso, é exclusividade dos adultos, porque o controle é realizado pelo córtex, pouco desenvolvido na criança.



Li que precisamos de 66 dias de esforço para mudar um padrão e instalar um novo hábito.



Resolvi usar minha liberdade para mudar padrões nocivos que impactam minha saúde e minhas relações.



Decidi começar dolorosamente por refrigerante.



Mas minha lista é grande:



- Dormir mais cedo,


- Tomar café da manhã sentada,


- Almoçar fora do consultório


- Não esquecer de responder mensagens,


- Ouvir as pessoas com presença


- Não interromper as pessoas,


- Agradecer os favores.


- Responder com gentileza,


- Meditar todos os dias …etc



Sou livre para não fazer o que impacta minha saúde, e minhas relações.



Sou livre para me tornar quem eu quero ser.

Comments


Procurar por tags
Nenhum tag.
Posts Recentes
full_trimmed_transparent_customcolor_edi
  • WhatsApp Dra. Juliana Rosano
  • Instagram Dra. Juliana Rosano
  • Facebook Dra. Juliana Rosano
  • YouTube Dra. Juliana Rosano
bottom of page