top of page
Blog
Posts Em Destaque

Cuide da "sua barraca".





Com muita frequência, a barraca daquela pessoa que é o “ pau da barraca” tá no chão faz tempo. 😂



Quando praticamos a empatia desgovernada sem levar em conta nossas necessidades prioritárias “ estamos sujeitos a exaustão por “ fadiga empática”. 🤯



Cuidar do outro é coisa de adulto.



Criança, criança apenas obedece.



A maturidade afetiva nos ensina:



* “apoiar sem assumir” a barraca do outro.



* fazer “ o que é preciso” e não “o que o outro quer que você faça”.



* preservar nossa barraca enquanto apoiamos “a barraca do outro”,



* a liberar a culpa por “não assumir a barraca do outro”,



* permitir que o outro assuma as consequências das escolhas que realiza na própria barraca.



* a respeitar a dignidade do outro na manutenção da própria barraca.



* a perder o medo de exclusão ou rejeição por sistemas abusivos.



Quando nos tornamos “o pau da barraca” de alguem passamos a exigir que os outros se tornem o pau da nossa barraca também, num ciclo infinito de abuso e escassez.



Assumir a responsabilidade afetiva pela nossa existência é uma condição necessária para apoiar, amar e respeitar as pessoas que amamos.

Comments


Procurar por tags
Nenhum tag.
Posts Recentes
full_trimmed_transparent_customcolor_edi
  • WhatsApp Dra. Juliana Rosano
  • Instagram Dra. Juliana Rosano
  • Facebook Dra. Juliana Rosano
  • YouTube Dra. Juliana Rosano
bottom of page